Projeto literário interdisciplinar é encerrado mostra às famílias

 
Exposição de releituras de quadros, textos e teatro fizeram parte da programação Exposição de releituras de quadros, textos e teatro fizeram parte da programação

Debates, pesquisas, construção de textos, construção de frases bilíngue, arte em telas, confecção de cartazes, gincana do conhecimento, encenação do teatro com base na obra "Os miseráveis", de Victor Hugo. Essas foram algumas das inúmeras atividades vivenciadas pelos alunos de 9º ano do Ensino Fundamental durante o ano, no desenrolar do projeto "Projeto ANGATU – 2ª Literarte pena e tinta", encerrado na semana passada com dramatização do livro lido e exposição de textos e quadros aberto aos familiares.

A equipe mobilizada contou com os seguintes professores: Adenilza, de Língua Portuguesa e Redação; Adriano, de História; Joyce, de Inglês; Ana Claudia, de Ciências Sociais; Cláudia, na pessoa de Maria Bruna, de Química; Ilisandra, de Arte e Janice, de Ensino Religioso. O projeto contou, ainda, com a orientação de Sidirlei Pipinelli, coordenação de Roberto Fujino e apoio da Direção e Supervisão.

O presente projeto desenvolver-se-á com os alunos dos nonos anos do Ensino Fundamental, o qual tem como base o livro: "Consciência Planetária e Religião – Desafios para o século XXI", de José Carlos Aguiar de Souza e Pedro A. Ribeiro de Oliveira (editora Paulinas), o projeto teve por objetivo desencadear um estudo para posterior reflexão e conscientização sobre a realidade da atual situação do planeta, a fim de "Assegurar a generosidade e a beleza da Terra para as atuais e as futuras gerações".

A realização deste projeto teve como objetivo principal despertar, nos alunos, o interesse por questões que envolvam a crescente preocupação em preservar o meio ambiente, tendo uma consciência embasada pelo viés da religião, estimulando e cultivando valores e atitudes franciscanas, tais como: generosidade, solidariedade, respeito, companheirismo, bondade, humildade, amizade e carisma, dentre outros.

"Em decorrência da vida agitada do século XXI, tem-se perdido a sensibilidade de se perceber a importância de determinados valores que deveriam estar arraigados à sociedade moderna. Diante disso, faz-se necessário, como entidade com princípios franciscanos, o resgate desses sentimentos", salientou a professora Adenilza. Ela destaca, ainda, que a aluna Isadora Polônio, do 9º ano C, registrou que a realização deste projeto fez com que despertasse nela o gosto pela leitura, fazendo-a evoluir como pessoa.