História de Pedro Malasartes diverte a garotada

 
As peripécias do personagem na tentativa de enganar uma velha avarenta renderam muita diversão As peripécias do personagem na tentativa de enganar uma velha avarenta renderam muita diversão

Segundo o folclorista Câmara Cascudo, "Pedro Malasartes é figura tradicional nos contos populares da Península Ibérica, como exemplo de burlão invencível, astucioso, cínico, inesgotável de expedientes e de enganos, sem escrúpulos e sem remorsos". E, para homenagear o mês das festas juninas e o folclore, a história "Sopa de Pedras" foi encenada aos alunos da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental, pelas contadoras de histórias da EIC, no último dia 18.

Caracterizadas, as professoras Rejani e Rudiane, no matutino, e Rejane e Amanda, no vespertino, reviveram a história da velha avarenta, que não dava nada para ninguém, em que Pedro Malasarte faz com que ela "de bom grado" doe todos os ingredientes para a tal sopa de pedras. Mais uma vez, com sua esperteza, ele consegue dar uma lição em algum personagem.

Todos se divertiram com a astúcia de Pedro e a avareza da "véia", que se passou por uma pessoa muito boa pelo interesse em obter a receita da tal sopa. Pedro Malasarte voltou para a venda pegar o dinheiro da aposta que tinha feito com os cumpadres e, mais uma vez, saiu de herói da situação.

Alguns alunos foram convidados a interagirem com a história, ao serem convidados a participarem da encenação, atuando como os "cumpadres" da venda.